Arquivo da tag: Alisante capilar com Ácido Tioglicólico

Fórmula Alisante para cabelos em Gel – Para alisar os cabelos

Alisante para alisar os cabelos em Gel

Muitas mulheres gostam de ter os fios capilares lisos, a formulação abaixo contém um componente químico que permite o alisamento capilar. É um produto químico liberado pela Anvisa para alisar os cabelos. A formulação descrita abaixo possui componentes químicos liberados pela agencia reguladora de fabricação de produtos cosméticos. Não utilize alisantes que contenham substancias perigosas, como o Formol que pode causar problemas aos fios capilares e a saúde de quem utiliza.

Como muita gente já sabe, nenhum produto cosmético para alisar os fios capilares disponível no mercado que contenha Formol recebe o registro da Anvisa. Portanto, sua fórmula e composição não foi aprovada, sendo um produto cosmético ilegal. Também o Formol é considerado uma substancia cancerígena pela Organização Mundial de Saúde.

O Formol sendo absorvido pelo organismo por inalação ou exposição prolongada, pode ocasionar riscos de câncer na boca, narinas, pulmão e em outras partes do corpo. O Formol possui efeito toxico para o organismo, e muitas pessoas vieram a óbito devido a sua toxicidade. Embora seja uma substancia proibida, o Formol pode ser encontrado disfarçado em composições cosméticas irregulares para o alisamento capilar e em fórmulas de escovas progressivas.

Formol irrita muito os olhos, causa lacrimação, a visão fica embaçada e pode causar danos irreversíveis aos olhos. Portanto, evite composições cosméticas que contenham essa substancia proibida e toxica para o organismo.

Alisante Capilar em Gel  com Tioglicolato de  Amônio.
O Poliquatérnio-7  permite um  efeito  sensorial agradável  durante  a  aplicação do produto, facilitando  o  pentear dos cabelos a úmido e a seco.
Ele penetra  no  cabelo, agindo como reparador e forma um filme flexível sobre os fios de cabelo.

O gel para alisar cabelos é um produto para uso profissional, deve ser aplicado por pessoa que possua conhecimentos sobre a utilização de alisantes de cabelos.

Fórmula para fazer 100 quilos de Alisante Capilar em Gel:

Água deionizada 72,2 quilos
Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer (Tinovis GTC) 5,5 quilos
Polyquaternium – 7 (Salcare Super 7) 1 quilo
Ácido Tioglicólico (99%) 5,8 quilos
Propilenoglicol 3 quilos
Hidrossulfito de sódio 300 gramas
Hidróxido de Amônia (25%) 8,8 quilos
Monoleato de Sorbitan Etoxilado (Tween 80) 3 quilos
Essência 400 gramas
Corante qs


Técnica para fazer o Alisante Capilar em Gel:

Em um tanque agitador adicione a Água deionizada, sob agitação adicione o Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer (Tinovis GTC) , Polyquaternium – 7 (Salcare Super 7) e agite constantemente por 5 minutos.

Em um recipiente adicione o Ácido Tioglicólico (99%), Propilenoglicol, Hidrossulfito de sódio, misture e coloque o recipiente em banho com água fria. Em seguida adicionar o Hidróxido de Amônia (25%), lentamente e sob agitação. Ao adicionar o Hidróxido de Amônia (25%) vai ocorrer uma reação, aumentando a temperatura.

Em seguida adicione a mistura preparada no recipiente na mistura anterior, sob agitação constante por 5 minutos.

Em um recipiente adicione o Monoleato de Sorbitan Etoxilado (Tween 80) e a Essência, misture para solubilização da fragrância, depois adicione ao produto sob agitação.

Sob agitação adicione a solução de Corante e agite até completa homogeneização do Alisante para cabelos em Gel.

O pH do alisante deve ficar entre 9,30 a 9,50.

Como fazer creme alisante de cabelos com Ácido Tioglicólico

Como fazer creme alisante com Ácido Tioglicólico.
Fórmula grátis para fazer alisante de cabelos. Produto de uso profissional. Deve ser produzido e testado por profissional habilitado.
Alisante de cabelos com o principio ativo ácido tioglicólico que possui boa tolerabilidade e pode provocar poucos efeitos adversos. Esta formulação pode ajudar as pessoas que querem ter conhecimento sobre a fabricação de alisantes capilares, quais as substancias e produtos químicos utilizados.

Para quem deseja produzir alisante de cabelos com ácido tioglicólico, a sugestão de fórmula abaixo ajuda o empreendedor a ter uma noção de todos os componentes químicos utilizados na preparação do creme alisante, assim como o método de preparo da formulação.

As mulheres que possuem cabelos cacheados ou crespos de certa forma já ouviu pessoas dizerem para elas alisarem os cabelos, ou para prenderem os fios para que os cabelos não “fiquem armados”. A preferencia masculina por cabelos é bem diversa e uma grande parcela dos homens preferem os cabelos femininos tanto crespos como cacheados. Portanto, ter cabelos crespos ou cacheados não é sinal para fazer o alisamento dos fios.

De certa forma sempre ouvimos pelos padrões da sociedade que um cabelo liso é sinônimo de cabelo bonito e nesse momento parece que o melhor caminho é o alisamento. Mas a mulher não precisa seguir os “padrões impostos pela sociedade”. Há lugar na preferencia masculina para todos os tipos de cabelos, tanto lisos, cacheados ou crespos. O que se deve fazer é a utilização de ótimos produtos cosméticos de uso capilar que deixem os fios bem trados, hidratados e com brilho.

No entanto, nos últimos anos houve uma grande procura por alisantes, assim como o surgimento de vários aparelhos utilizados para alisar os fios, o que demostra que muitas mulheres querem alisar os cabelos. Essa procura fez surgir no mercado de cosméticos muitos produtos capilares para esse fim, inclusive com substancias perigosas, como o Formol por exemplo. O surgimento de cosméticos com substancias perigosas fez com que os órgãos regulamentadores do segmento de cosméticos proibisse o uso de certos compostos químicos na fabricação de alisantes capilares. Por esse motivo esta proibido o uso do Formol em cremes alisantes de cabelos, pois o Formol é um produto químico perigoso para a saúde e vários casos de intoxicação com esse produto químico já foram noticiados na imprensa escrita e na televisão.

Portanto, quando for alisar os seus cabelos, verifique se o produto esta registrado na Anvisa. Quando for no cabeleireiro no intuito de alisar os seus cabelos, verifique se o profissional utiliza produtos permitidos pela Anvisa para o alisamento capilar.

Esta é uma fórmula orientativa, sempre produza um teste piloto (pequena quantidade do produto) para verificar a formulação e sua eficacia.

Fórmula para fabricar 10 quilos de Alisante de cabelos em creme:

Água deionizada 7170 gramas
EDTA Dissódico 30 gramas
Tinovis GTC (Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer) 200 gramas
Salcare Super 7 (Polyquaternium – 7) 100 gramas
Lauril sulfato de sódio 100 gramas
Ácido Tioglicólico a 99% (Thyoglicolic Acid) 580 gramas
Propilenoglicol 300 gramas
Hidrossulfito de sódio 30 gramas
Hidróxido de Amônia (a 25%) 1000 gramas
Tinovis ADM (Sodium Acrylates Copolymer (and) Mineral Oil (and) PPG-1 Trideceth-6) 450 gramas
Fragrância (Essência) 40 gramas

Técnica de fabricação do alisante com Ácido Tioglicólico:

Fase 1) Adicione em um recipiente a Água deionizada, sob agitação adicionar o EDTA Dissódico, Tinovis GTC (Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer), Salcare Super 7 (Polyquaternium – 7). Manter a agitação constante por 5 minutos.

Em seguida adicione o Lauril sulfato de sódio sob agitação.

Fase 2) Em outro recipiente adicione o Ácido Tioglicólico a 99% (Thyoglicolic Acid), Propilenoglicol, Hidrossulfito de sódio, misturar. Coloque esse recipiente em banho com água fria. Sob agitação ir adicionando o Hidróxido de Amônia (a 25%), lentamente e sob agitação. Quando você adicionar o Hidróxido de Amônia vai haver um aquecimento da mistura.

Em seguida adicione a Fase 2 na Fase 1, sob agitação, manter a agitação constante por 5 minutos.

Adicionar sob agitação o Tinovis ADM (Sodium Acrylates Copolymer (and) Mineral Oil (and) PPG-1 Trideceth-6) e agitar por 10 minutos ou até que fique bem homogêneo.

Em sequencia, adicione sob agitação a Fragrância (Essência) e manter a agitação constante até completa homogeneização do alisante com Ácido Tioglicólico.

Verifique o pH do creme, o pH deve ficar entre 9,30 a 9,50.

Se for necessário, adicionar mais Hidróxido de Amônia até que o pH chegue na faixa indicada (9,30 a 9,50).