Todos os posts de Administrador

Como fazer delineador liquido

Fórmula de delineador liquido

Como fazer delineador liquido
Produtos cosméticos para realçar a beleza e para maquiagem de vez em quando estão presentes nas conversas entre as mulheres, e sempre existe a procura por produtos de uso cosmético para realçar a beleza facial e também para amenizar as imperfeições no rosto.

O segmento de produtos cosméticos sempre apresenta novos produtos de beleza para realçar a beleza das mulheres. Batons, brilho labial, delineador, esmaltes e outros artigos de beleza estão ai para valorizar a beleza feminina.
Copolímero de vivnil pirrolidona e dimetilaminopropil metacrilamida (Styleze CC10) facilita a aplicação do produto, proporcionando boa fixação e durabilidade da maquiagem sobre a pele.
Fórmula para 10 quilos de delineador liquido:

Água deionizada 7105 gramas
Disodiun EDTA 10 gramas
Hidroxietilcelulose 60 gramas
Iron Oxide Black * 1000 gramas
Copolímero de vivnil pirrolidona e dimetilaminopropil metacrilamida (Styleze CC10) 500 gramas
Cera de abelhas 500 gramas
Cera de carnaúba 400 gramas
Álcool Cetoestearílico Etoxilado 20 OE  (CETEARETH-20) 200 gramas
Monoestearato de glicerila (GLYCERYL STEARATE) 150 gramas
Propylene Glycol; Diazolidinyl Urea; Iodopropynyl Butylcarbamate (Germall Plus Liquid) 75 gramas

Técnica para fazer o delineador liquido:
Em um recipiente adicione 6355 gramas de Água deionizada, sob agitação adicione o Disodiun EDTA, Hidroxietilcelulose e aqueça até 85°C.
Adicione o Iron Oxide Black e com um homogeneizador dispersar o Iron Oxide Black no produto.

Em um recipiente adicione 750 gramas de Água deionizada, sob agitação adicione o Copolímero de vivnil pirrolidona e dimetilaminopropil metacrilamida (Styleze CC10), agite bem para homogeneizar e adicione ao produto sobre agitação. Agite para homogeneizar.

Em um recipiente adicione a Cera de abelhas, Cera de carnaúba, Álcool Cetoestearílico Etoxilado 20 OE (CETEARETH-20), Monoestearato de glicerila (GLYCERYL STEARATE) e aqueça até 85°C, em seguida adicione ao produto sob agitação vigorosa, mantendo a agitação vigorosa e a temperatura  por 15 minutos.

Inicie o resfriamento do delineador liquido.
Quando a temperatura abaixar para 45°C, adicione sob  agitação o Propylene Glycol; Diazolidinyl Urea; Iodopropynyl Butylcarbamate (Germall Plus Liquid), mantenha a agitação constante por 10 minutos para completa homogeneização do delineador liquido.
Iron Oxide Black * – Low Les Colorants (Wackherr do Brasil)

Fórmula Fazer Sabão Liquido Tecidos Finos

Fórmula para fabricar detergente liquido (sabão) lava roupas

O sabão liquido é um produto de limpeza muito utilizado em substituição ao sabão em pó na lavagem de roupas delicadas, principalmente “roupas de passeio” como se costuma chamar as peças com tecidos delicados e que não necessitam de um produto de limpeza muito forte para a remoção de sujeiras impregnadas nos tecidos.

Embora seja um produto mais suave na higienização das roupas, Este sabão liquido possui uma boa quantidade de tensoativos que dão a esta formula de sabão liquido uma boa ação de limpeza e detergência. Contem ácido sulfônico que possui ótimo poder de formação de espuma e detergência, sendo um dos componentes aniônicos mais utilizados em detergentes líquidos lava louças e sabões em geral.

Outro produto químico presente na formulação é o Cocoamidopropil betaína, que age como co-tensoativo de caráter anfótero proporcionando ao produto de limpeza maior efeito detergente, além de promover suavidade a formulação deste produto de limpeza domestico.

Para que serve o sabão liquido?

É utilizado principalmente na lavagem de peças na maquina de lavar roupas, por ser liquido se dissolve facilmente na água durante a lavagem, além de não deixar resíduos como o sabão em pó. Além de seu uso na maquina, também pode ser utilizado na lavagem de peças a mão, principalmente se forem peças delicadas.

Já Trietanolamina atua como neutralizante de géis, como gel fixadores de cabelos e gel antisséptico para mãos, em loções cosméticas atua como emulsionante nas emulsões cremosas. Sua presença nesta formulação ajuda a neutralizar o produto final, contribuindo no acerto do pH. Além de agir como neutralizante do pH, sua presença auxilia na estabilidade da formulação, evitando precipitações no fundo do frasco principalmente em dias frios.

A Amida 60, ou Dietanolamida de ácido graxo de coco, age como sobreengordurante devolvendo a oleosidade normal da pele, possui ação espessante o que favorece o espessamento do sabão liquido final, diminuindo a quantidade de sal (Cloreto de sódio) utilizada para o acerto da viscosidade. Como sabemos, muito sal pode interferir na estabilidade final do produto saneante domissanitário.

Outro aspecto sobre a Amida 60 é que ela também produz muita espuma e possui ação de detergência, contribuindo com o poder de limpeza do saneante domissanitário. Mas um dos principais fatores que se aplica a Amida 60 (Dietanolamida de ácido graxo de coco) é a função de estabilizadora da espuma, quando esta presente como um dos componentes da formulação, esse produto químico faz com que o produto de limpeza formulado tenha uma espuma rica, densa e que demora para se desfazer.

Já a Mistura de isotiazolinonas age como conservante de amplo espectro, por sua ação preservante evita que haja proliferação de micro-organismos que venham a afetar e deteriorar a formulação, causando mau cheiro, interferência na cor e estabilidade do produto formulado.

Os saneantes domissanitários (produtos de limpeza) indicados para lavagem e enxague de roupas devem possuir em sua composição uma essência que suporte altas temperaturas, pois quando as roupas são estendidas no varal recebem a luz solar direta e isso pode afetar a permanência do cheiro da fragrância nos tecidos. Portanto, consulte o seu fornecedor de essências e verifique se as essências utilizadas em amaciantes têxteis, sabões líquidos,  água ou facilitador de passar roupas possuem a qualidade de suportar altas temperaturas, evitando assim que o cheiro da essência não venha a se fixar nos tecidos devido a exposição a luz solar (raios solares).

O sabão liquido é um dos principais produtos de limpeza utilizados pelas donas de casa, movimentando alto faturamento anual para as empresas que os fabricam, sendo assim esta formulação, assim como outras formulas disponíveis aqui no site podem ser interessantes para quem deseja fabricar produtos saneantes domissanitários para vender e ganhar dinheiro com itens de limpeza.

Fórmula para fazer o Sabão Liquido para Tecidos Finos (Roupas Delicadas):

Água potável ou deionizada 8330 g
Trietanolamina 340 g
Ácido sulfônico 680 g
Amida 60 400 g
Cocoamidopropil betaína 200 g
Essência 30 g
Corante qs
Mistura de isotiazolinonas 20 g

Modo de fazer o Sabão Liquido para Tecidos Finos (Roupas Delicadas):

Em um balde plástico adicione a Água potável, sob agitação moderada adicionar a Trietanolamina e misturar.

Depois ir adicionando o Ácido sulfônico e misturar até homogeneização.

Acrescentar em seguida a Amida 60, Cocoamidopropil betaina e misturar até homogeneização.

Adicionar a Essência e solução de Corante diluído em Água até obter a cor desejada.

Se for necessário, efetue a correção do pH para que fique entre 7,0 a 8,0.

Acrescentar a Mistura de isotiazolinonas e misturar até ficar homogêneo.

Caso queira aumentar a viscosidade, adicione solução de sal (cloreto de sódio) diluído em Água, sempre aos poucos e sob agitação. Não adicione muito sal para não “ralear” o produto.

Deixar em repouso até a espuma abaixar e depois envasar nos frascos plásticos.

Rotular e guardar em local arejado e seguro, fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Fórmula Alisante para cabelos em Gel – Para alisar os cabelos

Alisante para alisar os cabelos em Gel

Muitas mulheres gostam de ter os fios capilares lisos, a formulação abaixo contém um componente químico que permite o alisamento capilar. É um produto químico liberado pela Anvisa para alisar os cabelos. A formulação descrita abaixo possui componentes químicos liberados pela agencia reguladora de fabricação de produtos cosméticos. Não utilize alisantes que contenham substancias perigosas, como o Formol que pode causar problemas aos fios capilares e a saúde de quem utiliza.

Como muita gente já sabe, nenhum produto cosmético para alisar os fios capilares disponível no mercado que contenha Formol recebe o registro da Anvisa. Portanto, sua fórmula e composição não foi aprovada, sendo um produto cosmético ilegal. Também o Formol é considerado uma substancia cancerígena pela Organização Mundial de Saúde.

O Formol sendo absorvido pelo organismo por inalação ou exposição prolongada, pode ocasionar riscos de câncer na boca, narinas, pulmão e em outras partes do corpo. O Formol possui efeito toxico para o organismo, e muitas pessoas vieram a óbito devido a sua toxicidade. Embora seja uma substancia proibida, o Formol pode ser encontrado disfarçado em composições cosméticas irregulares para o alisamento capilar e em fórmulas de escovas progressivas.

Formol irrita muito os olhos, causa lacrimação, a visão fica embaçada e pode causar danos irreversíveis aos olhos. Portanto, evite composições cosméticas que contenham essa substancia proibida e toxica para o organismo.

Alisante Capilar em Gel  com Tioglicolato de  Amônio.
O Poliquatérnio-7  permite um  efeito  sensorial agradável  durante  a  aplicação do produto, facilitando  o  pentear dos cabelos a úmido e a seco.
Ele penetra  no  cabelo, agindo como reparador e forma um filme flexível sobre os fios de cabelo.

O gel para alisar cabelos é um produto para uso profissional, deve ser aplicado por pessoa que possua conhecimentos sobre a utilização de alisantes de cabelos.

Fórmula para fazer 100 quilos de Alisante Capilar em Gel:

Água deionizada 72,2 quilos
Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer (Tinovis GTC) 5,5 quilos
Polyquaternium – 7 (Salcare Super 7) 1 quilo
Ácido Tioglicólico (99%) 5,8 quilos
Propilenoglicol 3 quilos
Hidrossulfito de sódio 300 gramas
Hidróxido de Amônia (25%) 8,8 quilos
Monoleato de Sorbitan Etoxilado (Tween 80) 3 quilos
Essência 400 gramas
Corante qs


Técnica para fazer o Alisante Capilar em Gel:

Em um tanque agitador adicione a Água deionizada, sob agitação adicione o Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer (Tinovis GTC) , Polyquaternium – 7 (Salcare Super 7) e agite constantemente por 5 minutos.

Em um recipiente adicione o Ácido Tioglicólico (99%), Propilenoglicol, Hidrossulfito de sódio, misture e coloque o recipiente em banho com água fria. Em seguida adicionar o Hidróxido de Amônia (25%), lentamente e sob agitação. Ao adicionar o Hidróxido de Amônia (25%) vai ocorrer uma reação, aumentando a temperatura.

Em seguida adicione a mistura preparada no recipiente na mistura anterior, sob agitação constante por 5 minutos.

Em um recipiente adicione o Monoleato de Sorbitan Etoxilado (Tween 80) e a Essência, misture para solubilização da fragrância, depois adicione ao produto sob agitação.

Sob agitação adicione a solução de Corante e agite até completa homogeneização do Alisante para cabelos em Gel.

O pH do alisante deve ficar entre 9,30 a 9,50.

Fórmula grátis para fazer cera depilatória

Como fabricar cera depilatória para depilar os pelos corporais
Toda mulher gosta de ter as pernas, coxas e virilhas bem depiladas, embora haja exceções. Para a mulher que gosta de se depilar existem vários procedimentos de extração dos pelos corporais. umas optam pela depilação com laminas de barbear ou outros aparelhos de lamina criados exclusivamente para o uso feminino.

Outras evitam as laminas e optam pela depilação com cera, ao se depilar com cera a pele fica mais lisinha e macia, os pelos extraídos de pernas, coxas e virilha também demoram mais para crescer, pois ao extrair o pelo pela raiz, os fios capilares ficam mais frágeis, isso enfraquece os fios e eles então demoram mais para crescer. Com isso o pelo pode demorar mais de vinte dias para crescer novamente.

Ao contrario de você se depilar com laminas, esse procedimento estético com a cera depilatória não deixa a pele de pernas, coxas e virilha áspera, a pele fica mais macia e lisa.  Ao se depilar com laminas a mulher também corre o risco de sofrer cortes e pequenas lesões na pele, também o uso de laminas de barbear pode causar irritações nos locais depilados.
cera de depilação
Embora muitas mulheres se depilam em casa, a escolha de uma boa depiladora pode ser uma ótima alternativa ao querer se depilar. Hoje há muitas esteticistas que fazem esse procedimento para deixar as mulheres com o corpo livre de pelos.

Segundo pesquisas, muitas mulheres acham que depilar a virilha é um método mais higiênico. Também segundo pesquisas, a depilação total feminina é a opção preferida de homens e mulheres. Mas gosto não se discute e muitas mulheres preferem apenas a descoloração de pelos dos braços, pernas e coxas. O importante é estar bem consigo mesma e com o seu corpo, livre de neuras e modismos.

Formula grátis para fazer Cera Depilatória para depilação, é um produto destinado para a remoção de pelos corporais (depilar). contém Lanolina que possui ação amaciante e emoliente para a pele, umectante e sobreengordurante. A Cera Depilatória de pelos na formula abaixo é produzida mediante aquecimento, o que requer cuidados na hora da preparação.
Para fazer quantidades menores é só calcular cada um dos componentes segundo a quantidade de cera que deseja preparar. Todos os componentes para fazer esse produto cosmético você encontra na Casa do saboeiro.

Cera depilatória para a depilação de pelos à quente com lanolina.

Fórmula para fazer a Cera Depilatória:

Cera de abelhas 25 kg
Breu 70 kg
Lanolina 5 kg
Trietanolamina 1 kg

Técnica para fazer a Cera para Depilação:

Pese todos os ingredientes e aqueça em recipiente adequado até fundir totalmente os ingredientes sólidos (cerca de 70ºC).

Resfrie até obter um pouco de consistência e verta a Cera Depilatória (para depilação) em moldes.

Atenção: o produto pode causar queimaduras durante o preparo, portanto tome muito cuidado ao preparar.

Apostilas para fazer produtos de limpeza

Embora aqui no Só Fórmulas Grátis você encontre varias formulações grátis para a fabricação de produtos de limpeza, como detergentes líquidos, sabões líquidos, amaciantes de roupas, limpadores multiuso, gel de pinho, limpa vidros, água sanitária, sapólios, desinfetantes, aromatizantes de ambientes, limpa alumínio, pasta brilha alumínio, sabão em pó, sabão caseiro, alvejantes, detergentes lava roupas e muitos outros produtos domissanitários, sempre é bom ter acesso a outros materiais de apoio.

Pensando nisso e procurando abrir o leque de informações para os visitantes aqui no site, decidi publicar esse artigo onde passo informações de como adquirir material de apoio para um maior conhecimento sobre as formulações e produtos químicos envolvidos na fabricação de produtos de limpeza.

Muitos materiais apresentam em seu conteúdo informações sobre as matérias-primas, formulas, equipamentos, normas e exigências da Anvisa para o setor, o que é muito interessante para quem deseja fabricar domissanitários, quer seja para uso próprio ou para ganhar dinheiro, obtendo renda na venda dos artigos de limpeza.

Como muitos sabem, a fabricação de domissanitários cresceu muito no Brasil e é um seguimento da industria que pode gerar uma boa renda. As donas de casa sempre procuram por produtos de limpeza nos supermercados e mercearias, tais artigos de limpeza e higienização domestica sempre estão em suas listas de compras. Verdade é que os hipermercados, supermercados e mercearias sempre tem um espaço disponível em seus estabelecimentos para a exposição dos produtos de limpeza.

Com a modernização da industria de eletrodomésticos, os sabões líquidos, sabões em pó, amaciantes de roupas e branqueadores de tecidos sempre serão utilizados pelos consumidores. Hoje em dia as donas de casa não ficam sem um bom detergente para lavar as louças, um bom desinfetante que limpe, desinfete e perfume os ambientes, assim como um amaciante de roupas que promova maciez aos tecidos e deixe as roupas perfumadas.

Então, caso alguém deseje maiores conhecimentos sobre os produtos químicos, normas, instalações adequadas e equipamentos utilizados na fabricação de produtos de limpeza, as apostilas disponíveis abaixo podem lhe ajudar.

Você pode acessar a página de vendas de cada apostila para ver maiores detalhes sobre o conteúdo do material antes de adquirir. Lembrando que é material produzido por terceiros, ou seja, não pertencem ao Só Fórmulas Grátis. Antes de adquirir certifique-se que digitou todos os dados necessários e que todos estejam corretos para que não haja erro na hora de ter acesso à apostila.

Conhecimento nunca é demais, e embora seja um material que tenha um custo na aquisição, o acesso a informações sobre as matérias-primas e formulações pode ser um diferencial a mais que impulsione o seu negocio e a sua obtenção de renda com a fabricação de produtos de limpeza.

Segue abaixo apostilas disponíveis sobre o assunto!

  1. Apostila Como Fazer Produtos de Limpeza e Empreender

Apostila no formato PDF com varias fórmulas e informações sobre a fabricação de produtos domissanitários. Informações sobre empreendedorismo, passos para a regulamentação do seu negocio, informações sobre portaria da Anvisa que regulariza a fabricação de saneantes e domissanitários.

apostila produtos de limpeza
Apostila

Utensílios e equipamentos necessários para a fabricação, informações sobre as variadas matérias-primas utilizadas no processo de fabricação dos domissanitários. Processos na fabricação de produtos para roupas, para a limpeza e higienização do lar, produzindo produtos para automóveis, conhecendo as embalagens (frascos e potes), conhecendo tipos de rótulos para as embalagens (data de fabricação e validade, numero de lote, composição química, etc.), dicas para a comercialização dos artigos de limpeza e saneantes produzidos.

A apostila possui fórmulas sobre os produtos que mais vendem!

  • Produzindo domissanitários para roupas, fórmulas como amaciante de roupas, amaciante têxtil glicerinado, amaciante de roupas antimofo, passe bem, sabão em pó, alvejantes têxteis.
  • Produzindo domissanitários para a limpeza e higienização da casa, fórmulas como desinfetante domestico, detergente lava louças neutro, limpador multiuso (tipo veja), água sanitária, limpa vidros, sabão em barra, cera liquida, cera pastosa, sache, aromatizante de ambientes.
  • Fabricando saneantes para automóveis (automotivos), fórmulas como aromatizador de automóveis (cheirinho para carros), limpa pneus (pneu pretinho), shampoo para automóveis (para lavar carros), pasta de limpeza para mecânicos.

Dicas de como comercializar e vender a sua produção, dicas de como formar o preço de venda, assim como sobre o ponto (estabelecimento) onde você vai vender a sua produção.
Para ter acesso a página de vendas e adquirir a apostila Como Fazer Produtos de Limpeza e Empreender, clique aqui!


2. A indústria do Sabão
Este material pode ser interessante para quem deseja maiores conhecimentos sobre a fabricação de sabões, seus processos, formulações, produtos químicos utilizados na preparação, etc.

  • Manual em formato PDF com informações para fabricação dos sabões, o material possui receitas e fórmulas clássicas do século passado – entre 1800 e 1900.
  • Os métodos e elementos para a fabricação
  • Preparação das matérias primas
  • Combinações dos perfumes adequados
  • Fusão e purificação – Matérias colorantes
  • A fórmula básica – Os sabões finos
  • Sabões medicinais e sabões desinfetantes – Industriais –
  • Sabão de Windsor – alcatrão – sulfurado – transparente de glicerina.
  • Sabões de areia e pedra pomes – resinoso – neutro com água rás – de rosa -de funcho – malva – mel – alfazema – benjoim – alfazema – flor de laranjeira – amêndoa – canela côco – palma – cássia – citronela – gerânio..etc.

Apostila em formato PDF com 68 paginas, possui ilustrações (imagens).
Para ter acesso a página de vendas e adquirir a apostila A indústria do Sabão, clique aqui!

Como fazer After Shave – Loção para Barba

Como fazer After Shave – Receita de After Shave
Fórmula grátis para a fabricação de loção para barba. Como muitos sabem, sempre é bom a utilização na pele do rosto depois do barbear, seja com laminas ou barbeador elétrico.

After Shave com ativo de ação bacteriostática e bactericida. Formulação de After Shave , loção pós-barba para ser aplicada no rosto após o barbear (fazer a barba).  Produto de uso cosmético para evitar a pele irritada após o barbear e deixar um cheiro agradável na pele do rosto.

Muitos homens preferem deixar a barba comprida, pois muitas mulheres preferem homens barbudos. Para aqueles que cortam a barba, seja por preferencia pessoal ou por trabalhar em ambiente onde não é permitido homens barbudos, o habito de cortar a barba pode trazer irritações na pele. O uso de uma loção adequada pode amenizar as irritações na pele do rosto.

Despejar um pouco da loção pós barba nas mãos e depois passar no rosto.

Fórmula para fazer 10 quilos de After Shave:

Água deionizada 7320
Álcool Etílico 96°GL 2000 g
Propylene Glycol (and) Water (and) Cinnamomun Zeylanicum Bark Extract (Optivegetol Cinnamon) 500 g
Phenoxyethanol (and) Methylparaben (and) Ethylparaben (and) Propylparaben (and) Butylparaben (and) Isobutylparaben (Phenonip) 50 g
Essência 30 g
Ethoxydiglycol (Transcutol CG) 100 g
Trietanolamina q.s

Técnica para fazer o After Shave:

Adicione em um recipiente a Água deionizada.

Sob agitação adicione o Álcool Etílico 96°GL, Propylene Glycol (and) Water (and) Cinnamomun Zeylanicum Bark Extract (Optivegetol Cinnamon), Phenoxyethanol (and) Methylparaben (and) Ethylparaben (and) Propylparaben (and) Butylparaben (and) Isobutylparaben (Phenonip), agite para homogeneizar.

Em outro recipiente adicione o Ethoxydiglycol (Transcutol CG) e a Essência, agite bem para solubilizar a Essência. Em seguida adicione ao produto sob agitação, agite para homogeneizar.

Verifique o pH do After Shave, o pH deve ficar em 5,5. Caso seja necessário efetue a correção do pH com a Trietanolamina, adicionando aos poucos e sob agitação até atingir o pH de 5,5.

Como fazer creme alisante de cabelos com Ácido Tioglicólico

Como fazer creme alisante com Ácido Tioglicólico.
Fórmula grátis para fazer alisante de cabelos. Produto de uso profissional. Deve ser produzido e testado por profissional habilitado.
Alisante de cabelos com o principio ativo ácido tioglicólico que possui boa tolerabilidade e pode provocar poucos efeitos adversos. Esta formulação pode ajudar as pessoas que querem ter conhecimento sobre a fabricação de alisantes capilares, quais as substancias e produtos químicos utilizados.

Para quem deseja produzir alisante de cabelos com ácido tioglicólico, a sugestão de fórmula abaixo ajuda o empreendedor a ter uma noção de todos os componentes químicos utilizados na preparação do creme alisante, assim como o método de preparo da formulação.

As mulheres que possuem cabelos cacheados ou crespos de certa forma já ouviu pessoas dizerem para elas alisarem os cabelos, ou para prenderem os fios para que os cabelos não “fiquem armados”. A preferencia masculina por cabelos é bem diversa e uma grande parcela dos homens preferem os cabelos femininos tanto crespos como cacheados. Portanto, ter cabelos crespos ou cacheados não é sinal para fazer o alisamento dos fios.

De certa forma sempre ouvimos pelos padrões da sociedade que um cabelo liso é sinônimo de cabelo bonito e nesse momento parece que o melhor caminho é o alisamento. Mas a mulher não precisa seguir os “padrões impostos pela sociedade”. Há lugar na preferencia masculina para todos os tipos de cabelos, tanto lisos, cacheados ou crespos. O que se deve fazer é a utilização de ótimos produtos cosméticos de uso capilar que deixem os fios bem trados, hidratados e com brilho.

No entanto, nos últimos anos houve uma grande procura por alisantes, assim como o surgimento de vários aparelhos utilizados para alisar os fios, o que demostra que muitas mulheres querem alisar os cabelos. Essa procura fez surgir no mercado de cosméticos muitos produtos capilares para esse fim, inclusive com substancias perigosas, como o Formol por exemplo. O surgimento de cosméticos com substancias perigosas fez com que os órgãos regulamentadores do segmento de cosméticos proibisse o uso de certos compostos químicos na fabricação de alisantes capilares. Por esse motivo esta proibido o uso do Formol em cremes alisantes de cabelos, pois o Formol é um produto químico perigoso para a saúde e vários casos de intoxicação com esse produto químico já foram noticiados na imprensa escrita e na televisão.

Portanto, quando for alisar os seus cabelos, verifique se o produto esta registrado na Anvisa. Quando for no cabeleireiro no intuito de alisar os seus cabelos, verifique se o profissional utiliza produtos permitidos pela Anvisa para o alisamento capilar.

Esta é uma fórmula orientativa, sempre produza um teste piloto (pequena quantidade do produto) para verificar a formulação e sua eficacia.

Fórmula para fabricar 10 quilos de Alisante de cabelos em creme:

Água deionizada 7170 gramas
EDTA Dissódico 30 gramas
Tinovis GTC (Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer) 200 gramas
Salcare Super 7 (Polyquaternium – 7) 100 gramas
Lauril sulfato de sódio 100 gramas
Ácido Tioglicólico a 99% (Thyoglicolic Acid) 580 gramas
Propilenoglicol 300 gramas
Hidrossulfito de sódio 30 gramas
Hidróxido de Amônia (a 25%) 1000 gramas
Tinovis ADM (Sodium Acrylates Copolymer (and) Mineral Oil (and) PPG-1 Trideceth-6) 450 gramas
Fragrância (Essência) 40 gramas

Técnica de fabricação do alisante com Ácido Tioglicólico:

Fase 1) Adicione em um recipiente a Água deionizada, sob agitação adicionar o EDTA Dissódico, Tinovis GTC (Acrylates/Beheneth-25 Methacrylate Copolymer), Salcare Super 7 (Polyquaternium – 7). Manter a agitação constante por 5 minutos.

Em seguida adicione o Lauril sulfato de sódio sob agitação.

Fase 2) Em outro recipiente adicione o Ácido Tioglicólico a 99% (Thyoglicolic Acid), Propilenoglicol, Hidrossulfito de sódio, misturar. Coloque esse recipiente em banho com água fria. Sob agitação ir adicionando o Hidróxido de Amônia (a 25%), lentamente e sob agitação. Quando você adicionar o Hidróxido de Amônia vai haver um aquecimento da mistura.

Em seguida adicione a Fase 2 na Fase 1, sob agitação, manter a agitação constante por 5 minutos.

Adicionar sob agitação o Tinovis ADM (Sodium Acrylates Copolymer (and) Mineral Oil (and) PPG-1 Trideceth-6) e agitar por 10 minutos ou até que fique bem homogêneo.

Em sequencia, adicione sob agitação a Fragrância (Essência) e manter a agitação constante até completa homogeneização do alisante com Ácido Tioglicólico.

Verifique o pH do creme, o pH deve ficar entre 9,30 a 9,50.

Se for necessário, adicionar mais Hidróxido de Amônia até que o pH chegue na faixa indicada (9,30 a 9,50).